Produtos e soluções profissionais

CONSELHOS FÖRCH

Como colocar as correntes no carro se é surpreendido pela neve

24/02/2016

Guiar sobre a neve

Chegaram as primeiras nevadas à península e algumas estradas podem resultar perigosas e exigir o uso de correntes. Há que ser precavido, leva-las no carro e sobretudo, o mais complicado e que todos deveríamos saber, é como pôr as correntes nas rodas se há neve. No seguinte vídeo podes ver como se faz.

A primeira condição é ter comprado umas correntes adaptadas ao tamanho do pneumático. Os especialistas aconselham praticar com elas antes que chegue a neve.

Estes seriam os passos a seguir:

Desaperte o aro rígido das correntes.

Assegure-se que não estão enredadas.

Introduza um extremo por trás da roda.

Segure os dois extremos e verifique que a corrente não ficou presa pela roda.

Feche o aro interior por cima da roda.

Assegure-se de que fique centrado por trás do pneu.

Feche o anel exterior.

Centre o conjunto da corrente sobre a banda de rolamento e os flancos do pneu.

Aperte bem o tensor.

Prenda o sobrante da corrente para que não fique pendurado.

 

Além disso, as correntes deveriam ser colocadas nas rodas motrizes. Se o carro é de tracção dianteira, serão colocadas nas rodas dianteiras, se é traseira, as correntes irão nas rodas traseiras. Se o carro é de tracção nas quatro rodas (4×4) há que pôr as correntes nas  quatro rodas, mas se não temos outro remédio, servirá instala-las nas dianteiras, que ao  mesmo tempo são motrizes e directrizes.

Com as correntes postas deveremos circular a uma velocidade moderada, como máximo a uns 50 km/h. E quando forem retiradas é aconselhável passa-las por água em abundância, para eliminar o sal das estradas e outros restos que possam oxida-las e estraga-las. Devem ser secadas bem antes de guarda-las.

Atrás a la vista general