Produtos e soluções profissionais

CONSELHOS FÖRCH

Como detectar problemas nos travões do carro

18/10/2016

Sistema de travões

Funcionam bem os travões do seu carro? Desde FÖRCH recomendamos que perante qualquer destes sintomas acuda à sua oficina de confiança para uma revisão por parte de um profissional do sector

 

Pedal do travão com mais percurso do habitual

É possível que o líquido dos travões esteja baixo ou em mau estado (ou que exista alguma fuga no circuito). Também pode ser que as pastilhas dos travões estejam muito gastas (o melhor é substitui-las).

Pedal do travão com menos percurso do habitual

As peças que provocam a extensão ou a retracção das partes móveis podem estar defeituosas. Se o pedal não volta de forma normal à sua posição inicial, leve o carro à oficina (na realidade, sempre que falamos de travões é recomendável levar o carro a um lugar especializado).

Pedal afunda-se sem apenas pressão

As mangueiras do travão podem estar deformadas, e a pressão do fluido expande a mangueira, amortecendo a pressão que deve chegar aos pistões ou pinças. Também poderia dever-se à presença de ar no sistema hidráulico, ou a que o líquido de travões seja deficiente ou esteja misturado com água. Ou inclusive que o pistão da pinça ou a própria pinça esteja gripada. O melhor neste caso é uma revisão geral do sistema de travões.

Pedal demasiado duro

Se o seu pedal de travão oferece muta resistência, pode que as pastilhas estejam sujas, que haja um problema no pistão da pinça, problemas com o líquido de travões, que as pastilhas estejam cristalizadas. Também que os discos de travão estão danificados, ou falhou o servofreio, e por isso custa mais activar o pedal.

Uma roda (ao menos) bloqueia-se

Alguma parte do sistema não trabalha correctamente, ou está endurecida, obstruída ou inchada. Também pode dever-se a uma pastilha de travão defeituosa ou a que o cabo do travão de mão esteja preso, e estaria a funcionar mesmo que tenhamos retirado o travão de estacionamento.

O pedal do travãovibra

Sem confundir as vibrações que notamos quando o ABS entra em acção, pode que tenhamos os discos empenados ou os rolamentos da roda gastos. Também é possível que devas trocar as pastilhas e discos de travão... ou que as rodas estejam mal equilibradas.

Trava pouco em quente

É possível que as pastilhas sejam de má qualidade ou que façam um mau contacto, ou que os discos sejam muito finos. Se ocorre só quando vai rápido e trava muito a fundo, tranquilo: isso é o fading, o excesso de trabalho ao que submete o sistema de travagem, que perde eficácia com a temperatura (use mais a travagem com o motor ou conduza mais tranquilo. Espere que que se esfriem os travões para continuar.

O carro desvia-se para um lado

Pode que as pastilhas de um lado estejam sujas, ter-se cristalizado ou impregnadas de gordura ou líquido de travões. Pode que não seja dos travões directamente, mas sim que os pneus não tenham a pressão correcta ou inclusive rótulas ou amortecedores em mau estado.

Se notar ruídos desagradáveis ao travar

Pode ser desde sujidade nas pastilhas, que estejam muito gastas ou sejam de baixa qualidade. Também que rocem as pastilhas contra a pinça de freio ou que falte alguma peça. Ou que os discos estejam em mau estado.

 

 Os profissionais recomendam revisar os travões ao menos uma vez por ano. Se nota qualquer perda de efectividade, acuda à oficina. A sua segurança depende de isso. 

  

Fonte


Atrás a la vista general