Produtos e soluções profissionais

CONSELHOS FÖRCH

Tudo o que deve saber sobre as escovas do seu veículo

15/10/2018

Escobas FÖRCH

Em 1903 uma jovem chamada Mary Anderson pensou que a chuva no limpa pára-brisas de um veículo em movimento era um problema que poderia ser eliminado. Naquela altura era uma coisa aceitada pelos poucos condutores que existiam, que de vez em quando tiravam à mão a humidade do pára-brisas para poder ver ao mesmo tempo que conduziam.

Anderson descobriu um componente tão importante que, hoje m dia, é um dos  elementos aos que é prestada mais atenção na IPO, devido a que o seu mau estado pode constituir um defeito grave. Segundo os dados fornecidos pela ACAP Associação Automóvel de Portugal, o 66% dos automobilistas não revisam nunca as suas escovas. Um 27% o faz uma vez por ano e um 11% só antes de ir à IPO.

Podemos ter preguiça, mas quando as escovas do limpa-pára-brisas não limpam ou fazem um barulho irritante é o momento de troca-las porque pode ser que as borrachas estejam muito gastas, o que leva a uma diminuição do 20% da visibilidade.

O que fazer?

Leia o manual de instruções do fabricante. É necessário conhecer as medidas de cada escova, já que a traseira pode diferente à do condutor ou à do co-piloto. Ademais cada marca e modelo são diferentes e pode ser que se desinstale de uma forma diferente à que tinha ideado na sua cabeça e que os adaptadores sejam outros.

Com o configurador de escovas FÖRCH, pode verificar quais se adaptam ao seu veículo.

Problemas?

Se não funcionam quando são accionadas é possível que as escovas estejam mal colocadas ao braço fixo, pelo que terá de voltar a coloca-las. Se o que sucede é que fazem esse barulho desagradável é que pode existir uma excessiva fricção com o pára-brisas ou que estejam mal colocadas. No primeiro caso pode ser que haja um depósito de cera no pára-brisas. O que acontece é que mesmo que não a use quando lava o carro, nos centros de lavagem costumam aplica-la. Para retira-la só tem de limpar o pára-brisas à mão ou usando o líquido do depósito.

No caso de que estejam mal colocadas, accione o contacto do carro e ponha as escovas limpa-pára-brisas em andamento. Depois pare-as quando estiverem em posição ascendente, desligue o contacto e desde fora do carro, vigie que os braços móveis do limpa-pára-brisas estejam bem fixados e os conectores não estejam soltos, porque esta poderia ser a causa do som.

O barrido deixa estrias?Isto pode ser devido a que a borracha da escova está danificada, pode ser por uma mudança brusca da temperatura exterior. Solução? Substitui-las por umas novas.

Manutenção

Para maximizar a eficácia do barrido deve assegurar-se de que as escovas estejam limpas. Por isso é aconselhável limpa-las cada dois meses ou inclusive menos se estamos numa época de pouca chuva: basta com uma camurça ou um pano limpo e húmido com um pouco de álcool ou um produto limpa vidros para retirar o excesso de sujidade.

Da mesma maneira, não deixe que as escovas estejam muito tempo sem ser usadas porque podem danificar-se (obstrução da bomba de água e formação de óxido). A recomendação é que sejam trocadas cada dois anos.

 

Para substituir as suas escovas limpa-pára-brisas, desde FÖRCH aconselhamos sempre acudir a um profissional do sector, que lhe garantirá a eleição e a montagem adequada, impedindo assim, pôr em risco a sua segurança e a dos outros na estrada por uma visibilidade insuficiente.

 

 


Atrás a la vista general